A viticultura no centro da atividade da Região Demarcada do Douro

Acreditamos na sustentabilidade da Viticultura Duriense e temos a plena consciência de que há um longo caminho a percorrer para que esta seja valorizada, em toda a cadeia de valor do setor do vinho. Só através de um processo de diálogo positivo entre partes, com sentido educativo se conseguirá reposicionar a viticultura como alicerce central e tranversal da Região Demarcada do Douro. A evolução natural e dimensão mundial dos vinhos e da região, obriga a novas exigências, é importante percorrer o caminho que proporcione mais e melhor formação por forma a profissionalizar cada vez mais a viticultura. A próxima década será fundamental para nos adaptarmos à viticultura moderna, que permita mais sustentabilidade. É urgente melhorarmos, todos, a competitividade e eficiência da Região Demarcada do Douro. Os 45 mil hectares plantados na RDD merecem ser tratados como o verdadeiro garante económico da Região Demarcada do Douro .